30/05/2014

Papo de Blogueiras: Meu bichinho de estimação



Hoje no Papo de Blogueiras vamos responder à tag Meu bichinho de estimação! E olha gente, vale a pena assistir o de todas porque isso aqui tá um zoológico, tem gato, cachorro, passarinho...!

Bom, eu, na verdade verdadeira, estou sem bichinho de estimação, porque o Supla fugiu pra casa da minha sogra, mas no final do post conto direitinho sobre isso. Mas como ele foi meu último bicho vou falar sobre ele.

São 10 perguntinhas que eu vou responder para vocês conhecerem ele melhor.

1) Qual é o nome do seu bichinho?
SUPLA. Quando ele chegou aqui em casa não tive dúvida, foi o primeiro nome que pensei quando olhei pra esse topete!

2) Como você o adquiriu?
Meu marido comprou. Ele veio de um criador aqui da minha cidade.

3) Qual é a raça dele?
É uma calopsita, na verdade não sei se existem raças de calopsita...

4) Qual é a idade dele?

Desconheço exatamente a data de nascimento dele, mas ele tem um ano e pouquinho.
Quando compramos ele tinha um mês, que é o tempo de ele "desgrudar" da mãe, os bichinhos sofrem muito com isso! Não chegamos a ter que alimentá-lo com papinha, ele já comia ração quando veio. Quando o passarinho é muito novo, isso acontece com calopsita, papagaio, etc, você tem que alimentá-lo com uma pastinha, usando uma seringa (sem a ponta, claro). Muita gente faz isso para que o animal se apegue mais, pois a ligação dos animais com quem os alimenta é muito forte. Acho um dó, o ideal mesmo é esperar o tempo de ele começar a comer ração e sementes.

5) O que ele faz que é engraçado/fofo?

Muitas coisas! Nunca pensei que um passarinho poderia ser tão divertido! Achava que ele ficava ali na gaiola sem graça e não interagia.  Uma das coisas mais fofinhas que ele faz é dar "beijo na boca". Quando ele tá muito legal, te amando super, ele vem e dá uma bicadinha no lábio, no meu marido ele fica até bicando os dentes, rsrs.


6) Quais as manias dele?
O Supla é muito carente! Todos os dia tem que dar atenção para ele, principalmente pela manhã. Quando ele escuta que alguém acordou ele começa a piar até que alguém vá buscá-lo. Aí tem que ficar com ele um pouquinho, geralmente coloco ele no ombro e vou fazer café, depois de um tempo é que coloco ele de volta na gaiola para ele comer, tomar sol etc. Mas se não pegá-lo de manhã ele fica louco da vida!


7) O que de estranho ele gosta de brincar?

Ele não pode ver nada que brilha, principalmente aneis, brincos etc. Quando pegamos ele na mão já vem direto na aliança, aí a gente tira e dá para ele brincar, e ele fica tentando colocá-la de volta no dedo! Sério, parece treinado em circo! rsrs
Ele brinca com qualquer coisa que dê para bicar, que seja pequeno para caber no bico. Copro mil brinquedinhos para por na gaiola mas geralmente o que ele mais gosta é roer um fio e um prendedor de cabelos! rs


8) O que ele não gosta que faça com ele?
Que o pegue "no susto". Passarinhos são muito assustados. Até li um negócio dizendo que isso acontece porque eles têm a visão muito diferente da nossa, com um olho em cada lado da cabeça, assim percem qualquer pequeno movimento ao redor, e se você perceber o tamanho dele e o nosso, a princípio parecemos uma grande ameaça.
Então ele adora vir na mão, no ombro etc., mas tem que ser como ele quer, estender o dedo e ele vem. Pegá-lo por trás, principalmente prendendo as asas faz ele ficar muito irritado.

9) Quanto tempo ele está com você?
Já tem um ano quase, hoje ele mora com a minha sogra.

10) O que ele ja fez que você ficou muito brava?

Uma coisa que com certeza é o que ele faz de mais irritante, é berrar (piar no caso) bem no ouvido quando estou com ele no ombro. Parece que faz de sacanagem! rsrs

Como falei pra vocês, hoje ele não mora mais comigo, mas na casa da minha sogra, e agora vou explicar o porquê.

Uma coisa que aprendi muito com o Supla é que definitivamente animais precisam de muita atenção.

O marido e eu ficamos o dia todo fora de casa, nossa vida é bem corrida com trabalho, estudos, tarefas da casa etc, e muitas vezes ele ficava bastante tempo sozinho, em um único cômodo da casa (eu costumava deixar ele trancado no quarto, porque uma vez entrou um gato aqui em casa sabe Deus como, morri de medo depois disso!).

Estamos em reforma aqui em casa há alguns meses, e logo que começou a parte barulhenta da obra ele passou a ficar muuito irritado. Como falei antes, passarinhos são animais super sensíveis, a movimentos bruscos e barulho. Percebemos que ele não estava feliz, mudou o comportamento, passou a ficar mais arredio, nervoso, às vezes até se debatia na gaiola. Levamos ao veterinário e ele disse que ele estava mesmo com sinais de estresse (vê se pode), até as penas estavam mais fracas, tiver de dar remédio e tudo.

No final do ano passado, fomos viajar para a casa dos meus pais, e não havia a possibilidade de levá-lo numa viagem de 600 km, então a minha sogra se ofereceu para ficar com ele durante esse tempo.

Só que acontece que a minha sogra mora em um sítio, cheio de pés de fruta, passarinhos e até um lago, foi o paraíso para ele! O Supla mudou completamente, ela deixava até ele solto, subia nos pezinhos de fruta, os outros passarinhos vinham roubar a comida dele, ou seja, outra vida né.

Aí, com toda a experiência que tivemos, e a reforma ainda rolando, resolvemos deixá-lo lá por tempo indeterminado, não dá mesmo coragem de tirá-lo de lá!

E essa foi a lição que aprendi com o Supla. Quando escolhemos uma animalzinho para tê-lo de estimação, não dá para pensar que ele será mais um enfeite da casa. Um bichiinho requer atenção, tempo, carinho e cuidado, e é muito importante pensar no bem estar deles, e não só no nosso.




Espero que tenham gostado! E vejam também os bichinhos das outras meninas:

                                    
                                     

27/05/2014

Batom líquido de efeito matte Dailus - cor ballet


Desde a última Beauty Fair, que eu acho que foi no ano passado, ouvi as blogueiras falando dessa novidade da Dailus e fiquei mega curiosa para testar, mas até então não tinha encontrado para comprar onde moro, e não sou muito fã de comprar produtos nacionais pela internet e dobrar o preço por conta do frete.

Eis que uma lojinha de cosméticos da minha cidade começou a vender essa marca, e quando vi esse gloss levei na hora! Comprei quando estava nas infindáveis compras de maquiagem para a minha formatura, no fim nem usei no dia.

É um dos melhores e mais lindos batons que eu já usei!

A embalagem é bem legal, nada super apaixonante mas muito prática e a cor que mostra no vidrinho é idêntica a como fica nos lábios. O tamanho é um pouco maior que o de um batom comum.


O aplicador é aquele clássico de gloss, tipo um pincelzinho. Como a cor dele é bem marcante eu ainda prefiro usar um pincel fino para lábios para o contorno ficar bem perfeitinho, mas o que vem no produto funciona legal.


Se não me engano são quatro ou cinco cores disponíveis, eu escolhi esse vermelhão porque estava muuito afim de um batom vermelho matte. E cá pra nós que acabamento maatte de verdade (porque aqueles que dizem que é mas fica um brilhinho nos lábios tem um monte!) é super difícil de encontrar em produtos nacionais.

E a cor, améga, é demais! A cor dele é muito intensa, meega pigmentado, não há necessidade alguma de passar o pincel mais de uma vez. O nome da cor é ballet, o vermelho é nem muito vibrante nem muito fechado, achei que lembra bastante o Ruby woo da Mac, apesar de não tê-lo para comparar. Logo ao aplicar ele fica molhadinho como um gloss, e passados alguns segundos seca e fica matte pra sempre!

Não sei se vocês já viram, mas tem uma marca bem famosa (e cara) que lançou primeiro essa ideia de gloss que fica matte, são os Velvetines da Limecrime. O da Dailus tem a mesma proposta e acaba sendo uma ótima opção brazuca.


O acabamento dele é bem sequinho mesmo, daqueles que se você tiver com os lábios meio zuados vai aparecer, o legal é dar uma hidratada antes.



Outra coisa que fez esse batom marcar muito pontos, é o fato de ele não transferir nada! Quando falo transferir quero dizer quando o batom fica manchando sabe? Em guardanapo, na camisa do marido, etc. Este chega a ser à prova de beijo, encostei o lábio na mão para mostrar à vocês que não transferiu uma manchinha sequer! Acho que é o primeiro batom que eu uso e não transfere nadinha, a maioria chega a dar pelo menos uma manchadinha de leve.

Isso também faz a durabilidade dele ser excelente, dura muito tempo nos lábios, com o tempo, passadas algumas horas, é claro, ele começa a sair um pouco no centro da boca, mas é bem superior comparado à outros.


Eu amei demaais esse batom, e já to doidinha pra ir lá buscar outras cores, lembro de ter visto um pink bem chegay e uns tons de nude discretos e bonitinhos. De longe é um dos meus batons top 5 favoritos do momento.


Ah, agora vem aquela parte boa. Paguei R$15 nesse batom, e pelo que vi em outras resenhas é a média de preço por todo o país. Para vocês terem ideia, o da Limecrime custa U$20 (em torno de 50 reais) e o da Mac R$66, ou seja, é uma opção muiito mais barata e que não deixa nada a desejar!

Como disse, não tenho os outros batons para comparar, mas olhando superficialmente são muito parecidos!


E vocês, o que acharam?

22/05/2014

Projeto Voltando aos Cachos: dia 1


Desde a última postagem que fiz aqui no blog sobre cabelos, li muita coisa a respeito de assumir o cabelo natural.

É bem verdade que ninguém precisa me convencer que os muitos anos de química me trouxeram sim muita alegria, mas como consequência hoje convivo com um cabelo fraco, quebradiço e sem vida. Com tantos recursos, escova, chapinha e mil produtos, a verdadeira "cara" do cabelo fica muito bem mascarada, nada que um escovão e muito óleo finalizador não deixe qualquer cabelo momentaneamente bonito, mas só quem dorme e acorda com ele todos os dias é que sabe de verdade como está a saúde desse cabelo.

No post de hoje não pretendo entrar em todas as questões "filosóficas" que envolvem esse projeto, ainda vamos conversar muito sobre isso. Penso que só quem nasceu de cabelos cacheados sabe o que é isso. Não tem como explicar, e superficialmente parece até bobo, mas é com se tivesse batido uma questão de identidade, de Eu, de buscar quem sou, como se estivesse assumindo algo que tentei esconder por tantos anos. E isso é mesmo muito engraçado, afinal o que é que a gente tanto esconde? Parece até um crime ter cachinhos!

Bom, resumo da ópera. Li muitos e muitos blogs sobre meninas que encararam esse desafio e hoje vivem lindas e encaracoladas, entre eles indico muito os blogs da Rayza Nicácio, Sarah Oliveira, Maressa Leite e da Ana Lídia.  E vendo toda essa gente linda e de bem com a vida, resolvi que ia trazer de volta meus caracóis.

À esquerda cabelo seco, escovado e chapado há algumas semanas atrás, e à direita o resultado de ontem. Olha como já deu diferença no brilho!

Há um tempo eu já ando bem cansada das químicas, no início é tudo lindo, o cabelo reage super bem você fica parecendo uma propaganda de shampoo ambulante. Mas com o passar do tempo o meu cabelo perdeu a vida, está opaco, não tem mais o mesmo vigor que há uns anos atrás, e já tinha decidido que com as químicas estava na hora de parar. A última vez que fiz escova progressiva foi no aniversário do meu marido, julho do ano passado, ou seja, já está quase completando um ano.

Com essa ideia, ontem saí do trabalho, passei na farmácia em busca de produtos que me ajudassem, e aqui faço um parênteses, gente como é difícil encontrar produtos para esse tipo de cabelo! Na prateleira só tem "cabelos mais lisos", "liso intenso", "liso perfeito"... encontrei esse mísero Seda que não me passou muita fé, mas acabou sendo o primeiro achadão para cacheados:


O legal desse produto é que ele é indicado exatamente para esta fase entre a química e o cabelo natural, promete recuperar os danos do alisamento e ajudar a ativar os cachinhos, funcionou master, vocês vão ver.


Então, cheguei em casa, lavei a peruca, sentei na penteadeira e coloquei em prática os mil vídeos que tinha assistido sobre como definir os cachos, e olha no que deu:


Depois de tantos anos de estica e puxa, nunca pensei que meu cabelo ia cachear tanto já no primeiro dia, e nisso fui muito sortuda, porque muitas meninas ficam cerca de dois anos do período de transição entre o relaxamento e a volta dos cachos. Nunca cheguei a fazer relaxamento, só progressiva, e a gente sabe que essa sai com o tempo, a minha já estava bem vencida né. Apesar disso ainda tem umas partes que não cacheiam direito, principalmente na frente, onde eu acho que reforçavam mais o produto, nessa foto dá pra ver bem:


Esse resultado eu tive só com o creme para pentear e a técnica da fitagem, que ainda pretendo explicar bem, mas tem vários vídeos no YT se vocês procurarem.

Eu nunca pensei que essa história fosse render tantos comentários, elogios, críticas e dúvidas, e vi quantas meninas tem o cabelo originalmente curvilíneo e lá no fundo do coração têm vontade de assumi-los.

Bom, por aqui o desafio está lançado! Estou aprendendo muito com as gurus cacheadíssimas da internet, e ainda tem muita coisa a melhorar, corte, definição, hidratação enfim. Mas estou curtindo essa mudança e tenho certeza que o meu cabelinho sufrido vai agradecer.

Quem quiser entrar nessa pode começar a postar com a hashtag #voltandoaoscachos E aí, quem vem comigo? 

Resenha: Sabonete facial esfoliante Neutrogena


Estava precisada de um esfoliante facial, passei na farmácia e resolvi levar este para testar, afinal sempre ouvi falar bem na Neutrogena, e também nunca tinha usado um esfoliante em barra.

A promessa dele é um sabonete esfoliante que além de limpar previne cravos e pontos negros (tipo cravos monstros).


É uma barrinha de sabonete normal, uma dica para aproveitá-lo melhor, é cortar em partes (eu corto em três), assim você deixa uma lá no banho e o restante fica sequinho na caixa.


O produto é bem interessante, especialmente para quem tem pele oleosa. Ao lavar o rosto, você sente na hora o efeito de uma limpeza profunda, fica com toque bem sequinho, remove completamente a oleosidade.

Por outro lado, achei que ele não funciona muito bem como esfoliante, a esfoliação que ele proporciona é muito leve, dá para perceber pelo minúsculos pontinhos que tem no sabonete. Apesar disso não deixa nada a desejar como sabonete.

Outra coisa, é a tal promessa da redução dos cravos. Ok, eu já não esperava nenhum milagre quanto a isso, particularmente meus cravos só saem com limpeza de pele bruta feita regularmente.

O efeito na pele logo após lavar:


Como avaliação final, digo que é um ótimo sabonete facial para peles oleosas ou mistas. Tenho usado diariamente, deixo até no chuveiro.

Paguei mega barato na farmácia, foi pouco mais de R$6, essa marca é bem fácil de encontrar em redes grandes de drogarias.

Não vão todas as estrelinhas só porque ele deu uma de político e não cumpriu todas as promessas:


20/05/2014

Papo sobre cabelos cacheados: Inspirações, cuidados e ditadura da beleza


Quem acompanha o blog, sabe que eu sou uma farsa! rsrs Nasci de cabelos encaracolados, sofri muito com a rebeldia da peruca, e na adolescência aderi aos alisamentos (antes que eu conte a história toda de novo, tem tudo nesse post aqui).

Mas sabem que, lá no fundinho do meu coração, sonho em soltar a Elba Ramalho que existe dentro de mim, e só quem nasceu enrolada sabe o dilema que é isso. Cabelos lisos são mais práticos, pode bater vento, dá para fazer mil penteados (como se eu fizesse algum), além de seguirem o padrão de moda perfeito da mulher caucasiana de longas madeixas louras e lisas... né?

Mas antes que isso vire uma sessão de terapia, e enquanto eu amadureço essa história dentro da minha cabeça disfarçada de lisa, vim aqui compartilhar com vocês algumas dicas, inspirações e histórias lindas de meninas que assumiram seus cachos e hoje exibem uma juba de dar inveja!

Alimentando essa vontade, dei um Google no assunto e encontrei vários blogs super legais que dão muitas dicas para quem quer largar das químicas e assumir as curvas naturais do seu cabelo. Então comecemos com os blogs:

O primeiro é o blog da Raiza Nicácio, dona de uma cacheadão bem Thais Araújo, ela dá muitas dicas sobre cuidados, produtos, penteados, além de motivar quem está na busca da sua "identidade capilar":



Outro blog super legal sobre o assunto é o da Juliane Louise, que também tem tutoriais e dicas bem específicas para cabelos cacheados:



Como disse, ainda estou amadurecendo a ideia de assumir meu cabelo natural. Há algum tempo cansei das químicas, no início o cabelo reage super bem, fica sedoso, soltinho, mas com o tempo é inevitável, começa a ficar cada vez mais danificado, além de não fazer mais efeito algum.Já faz quase um ano que eu não faço mais escova progressiva, por isso o tal dilema apareceu agora, me jogar no formol ou deixar o cabelinho se amostrar como ele é?

Verdade seja dita, um cabelo natural e bem cuidado sempre será mais bonito do que um que "quer ser o que não é" e para isso sofre mil intervenções, seja alisamento ou chapinha. Também, obviamente, o mais importante é sentir-se bem com o que você é e o que decidiu ser, assim como toda mudança que venha melhorar sua auto estima é bem vinda. Mas às vezes penso que a "ditadura da beleza" é muito forte, como se de fato houvesse um padrão de beleza ideal que todas devem aderir, ao invés de cada mulher mostrar sua beleza única. Gente, conheço pessoas que fazem alisamento em crianças! De onde tiraram que o "certo" é ter cabelo liso?

Seguem algumas inspirações de antes e depois de meninas que largaram a progressiva, a chapinha e o secador para exibir seu cabelão volumoso e cheio de personalidade:






Claro que nada nessa vida é fácil, especialmente quando se trata de cabelos, seres estes que costumam ter vida, opinião e vontade próprios. Os cabelos cacheados exigem muito carinho, costumam ser frágeis, ressecados e com características bem específicas, por isso cuidados voltados para esse tipo de cabelo são essenciais. No blog Eu não sou Amélia, tem um post bem legal indicando produtos para cuidados especiais com cabelos cacheados aqui.

Encerramos com outras inspirações de cabelões cheios de atitude:




Espero que tenham gostado do post diferentinho de hoje!

Resenha: Base HD Koloss


A resenha de hoje é um dos melhores achados do ano!

Se tem uma pergunta que está entre as top 5 que as leitoras me fazem é sobre produtos para peles oleosas. E cá pra nós, que não sofre com isso nem que seja só no verão? E é uma dificuldade imensa encontrar produtos, sejam cremes, bases, protetores. Acho engraçado, e uma falha grande no nosso comércio, afinal é o tipo de pele da maioria das brasileiras.

Mas naonde a resenha de hoje entra nessa conversa? Antes de começar as avaliações minuciosas, adianto para que esta é a melhor base que já usei para peles oleosas. O acabamento dela é incrível, sequinho, confortável, não dá aquela sensação que você está com cimento na cara sabe? (exagero é meu segundo nome, rs), parece que não se está usando nada! A priori, declarado meu atual amor incondicional pela  nova descoberta que foi essa base, vamos à resenha:

Recebi esta base da assessoria da marca, uma feliz parceria que firmamos aqui no blog. Mas já andava de olho na bonita desde a minha incessante busca pela base perfeita para a minha formatura, e olha, deveria MESMO ter comprado essa, na época acabei usando outra.

Segundo a marca:

                  "Proporciona acabamento impecável e luminoso em diferentes incidências de luz, através de microesferas de disfarce óptico."


A embalagem é bem prática, num tamanho pequeno que cabe em qualquer necessárie (da minha não sai mais!), e com bico dosador que ajuda a sair a quantidade certa sem melecas.


Ela é tão gostosinha ao toque, que tenho curtido aplicar só com os dedos, mas já testei o efeito com pinceis e o melhor para ela é o duo fiber, com cerdas macias para espalahr bem e deixar um efeito natural.


Agora vamos ao que tem de melhor nessa base: o acabamento.


A pigmentação dela é legal, não chega a ser uma base de cobertura total, tem cobertura média, ou seja, uniformiza o tom de pele, diminui olheiras e manchas, mas não chega a cobrir tudinho. Também é possível construir camadas, você aplica uma vez, espera secar e aplica outra, aí a cobertura aumenta.


O mais legal é que ela realmente tem acabamento mate. Depois de uns minutinhos da aplicação, o produto seca e fica opaco na hora, sonho realizado para as mulher de pele oleosa!


O zoom do acabamento:


Como disse, o acabamento é super sequinho, natural, sem aquele aspecto grosseiro de base pesada.

Outra coisa aprovada é o tal disfarce óptico dos poros. Ela funciona como se fosse um primer + base, meus poros são bem dilatados nessa região da bochecha , e disfarçou legal.

Essa basesinha ganhou meu coração, tenho usado muito! Ela é legal para o dia a dia, porque dá um segurão na oleosidade por umas boas 3 ou 4 horas; também é perfeita para fotos pois dá esse aspecto bonito de pele bem cuidada como se a gente tivesse acordado assim, rs!

Ah, outra coisa que notei é que ela transfere muito pouco (transferir quer dizer que passa para a tela do celular, mancha a roupa e sai quando passa a mão), isso é outro aspecto bem difícil de encontrar nas bases nacionais.

Para quem sempre pergunta sobre o cheiro dos produtos, essa é super cheirosinha. A minha cor é a 02, deu certinho no meu tom de pele.

O preço pode variar em cada cidade, aqui na minha (Interior de SP) pesquisei e está em torno de R$22, ou seja, além de tudo é baratinha! Você encontra em farmácias e perfumarias, ou em algumas lojas virtuais.

Bom meninas, minha avaliação final é super positiva, quem tem pele oleosa ou mista vai gostar muito dessa base. Como reuniu qualidade, acabamento 10 e precinho amigo, todas as estrelinhas para ela:


© Dose de Beleza - 2015. All Rights.
Criado por: Bianca Schultz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo